7 HÁBITOS E FATORES QUE SABOTAM A FERTILIDADE!

Recebo centenas de mensagens de casais que desejam ter filhos mas infelizmente tentam e não conseguem, o que está acontecendo com eles então? Será que são inférteis? Ou simplesmente estão desequilibrados?

A seguir listei possíveis soluções para ambos! Algumas talvez nem passe pela sua cabeça!

Não existe culpa se o assunto é infertilidade. Algumas condições e hábitos afetam diretamente ambos, tanto a mulher quanto o homem.

1 – Obesidade 

Nas mulheres, as células de gordura alojadas na barriga produzem substâncias que bagunçam todo o ciclo da ovulação e ainda favorece aos ovários policísticos, outra causa de infertilidade.

Já nos homens a barriguinha saliente aumenta a temperatura dos testículos, prejudicando a qualidade do sêmen podendo abaixar o número de espermatozoides produzidos porque a gordura favorece a fabricação de estrogênio, o hormônio feminino.

2 – Stress 

Níveis altos de alfa-amilase, um marcador de stress, reduziu a fecundidade de 29% de 501 mulheres que desejavam engravidar em um teste na Universidade do Estado de Ohio nos EUA.

Mas não afetam somente as mulheres, dificuldades emocionais também afetam os homens. Homens ansiosos tendem a produzir espermatozoides com formação anormal ou com problemas de mobilidade, por isso a calma sempre é primordial.

3 – Telefone no bolso

Celular no bolso da calça é um dos vilões dos casais que desejam ser pais, estudos mostram que a radiação do aparelho celular afeta diretamente a produção de espermatozoides, causando estragos no DNA das células reprodutoras masculinas chamadas “gametas” que caem drasticamente.

4 – Medicamentos

Hoje em dia, infelizmente é comum ter jovens mulheres dependentes de medicamentos, mas saiba que eles atrapalham a fecundação e a fertilidade feminina.

Esteróides anabolizantes, antidepressivos, metoclopramida vendida como Plasil, anti-histamínicos como Benadryl, Allegra e Clartin, corticóides, descongestionantes como Sorine e Neosoro, anti-inflamatórios  e analgésicos como: Ibuprofeno, vendido como Advil, Alivium, Buscofem, entre outros, todos eles dificultam, alguns aumentando muito o nível de prolactina, bloqueiam a liberação da histamina e a produção de prostaglandinas.

5 – Fumo, Álcool e Cia

Diversos componentes químicos presentes no cigarro, como o cádmio, se depositam nos testículos e não saem mais, além disso ainda eles agridem os finos e frágeis vasos sanguíneos escrotais diminuindo a quantidade de oxigênio e nutrientes.

Já no caso do álcool um estudo divulgado no British Medical Journal sugere que basta beber cinco doses por semana para que já sejam observados efeitos adversos no sêmen. Maconha e cocaína nem se fale!

6 – Falta de exercícios

Praticar atividades físicas realmente pode afetar sua fertilidade. Exercícios ajudam a controlar o açúcar no sangue, a pressão arterial e o peso corporal, os quais estão relacionados com a sua capacidade de engravidar. Acelerar seu coração quatro a cinco vezes por semana durante pelo menos 30 minutos já costuma resolver este ponto.

7 – Alimentação INTOX

Esta talvez é a mais importante de todas as dicas que descrevo. Alimentos industrializados, especialmente aqueles com gorduras trans, encontrada em óleos hidrogenados, os carregados de açúcares, e até mesmo as carnes, podem sabotar sua tão desejada gravidez.

Isso mesmo, todos os tipos de carnes, pois elas recebem muitos hormônios que dificultam a fertilidade, nem o peixe fica livre, tendo em vista que o mercúrio presente neles é um dos maiores vilões da fertilidade.

Portanto fique livre dos industrializados e de sempre preferência para uma alimentação rica em vegetais, verduras, frutas, castanhas e sementes, preferencialmente que seu prato seja acima de 60% de crus e que seja os outros 40% um cozido saudável sem aditivos químicos, corantes, ou temperos artificiais. Uma comidinha caseira.

Mesmo seguindo a risca tudo que está descrito nos 7 hábitos e fatores, ainda existe outros fatores a se considerar, como conhecer o período correto da ovulação, algum trauma no genital masculino na infância ou ainda síndromes genéticas ou decorrente de radioterapia para debelar um câncer.

Mude os hábitos e seja mais pleno com você mesmo!

 

Abração de AMOR e ALEGRIA
Elias Pereira
Terapeuta, Chef Detox Internacional e Educador para a PAZ MUNDIAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *