É POSSÍVEL SE CURAR DO CÂNCER APENAS COM UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL?

É possível se curar do câncer apenas com uma alimentação saudável?

Todos nós sabemos que a forma como nos alimentamos e, também, a rotina como guiamos nosso dia a dia acaba refletindo diretamente na nossa saúde física e mental. Manter-se saudável é muito mais do que fazer a atividade física da moda e adotar uma dieta a cada estação.

 Compreender que somos aquilo que comemos é compreender que bons e saudáveis hábitos podem prevenir doenças e nos ajudar a combater diversos males – sem a necessidade de agredir ainda mais nosso organismo com drogas pesadas – como acontece com pacientes diagnosticados com câncer.

 O câncer é uma das doenças mais temidas pela população mundial e seu agressivo tratamento acaba debilitando muito o paciente, assim como, todos a sua volta. Adotar uma alimentação saudável, com uma dieta feita sob medida; utilizando alimentos ricos e naturais, é a melhor arma de ataque para ser usada em busca da cura do câncer.

Vamos descobrir como a dieta curativa pode ajudar no tratamento do câncer?  

Alimentação saudável x Cura do câncer:

O que é, como funciona e quando iniciar a dieta?

1.       Entendendo a dieta viva

    2.       O câncer e a alimentação saudável

    2.1.    A dieta viva e os efeitos sobre o câncer

    2.2.    Reais benefícios para o corpo

  1.       Acompanhamento nutricional

3.1.    Processo de desintoxicação: efeitos colaterais

 

1. Entendendo a dieta viva

A dieta curativa (viva ou crudívora), como já relatei em outros artigos aqui no site, trata-se da alimentação natural e saudável através de alimentos in natura sem a necessidade de aquecê-los ou, em casos excepcionais, usando apenas uma temperatura máxima de 42ºC.

Com isso, o alimento – verduras, legumes, frutas, brotos e oleaginosas – mantém todos os seus nutrientes essenciais como: enzimas, sais minerais, proteínas e vitaminas intactas e nas quantidades necessárias para serem absorvidas por completo pelo nosso organismo.

 Exemplo:

O brócolis – um dos alimentos mais lembrados e citados em dietas que buscam a prevenção ou a cura do câncer, quando aquecido em água fervente perde todo o seu potencial. A vitamina C e o complexo B são completamente eliminados pelo calor provocado pelo fervor da água e, consequentemente, do vegetal.

É importante sempre ressaltar, no entanto, que ao adotar a dieta viva é fundamental ter pleno conhecimento sobre a origem do alimento que está sendo consumido. Quanto mais fresco, sem agrotóxicos, livres de transgênicos e não cultivados em sistema de hidroponia, MELHOR.

Selecionar alimentos orgânicos cultivados por produtores de confiança e responsáveis é a base para que a dieta curativa seja mais eficaz e gere ótimos resultados.

 2. O câncer e a alimentação saudável

Quantas vezes não nos foram apresentadas pesquisas relacionando os mais diferentes tipos de cânceres a determinados alimentos, em especial: embutidos, temperos prontos, leites de vaca, refrigerantes e carnes?

 Quantas vezes médicos e cientistas vêm a público alertar contra os riscos de uma alimentação pobre em nutrientes naturais e sua direta relação no surgimento de tumores?

Pois bem, nos últimos anos cada vez mais profissionais da área de saúde têm incentivando a população a consumir mais produtos in natura e menos industrializados carregados em gorduras trans, gorduras saturadas e açúcar, além de incentivarem a prática de exercício físico para que mais do que curar doenças, a população se previna contra elas.

 2.1. A dieta viva e os efeitos sobre o câncer

 Após as primeiras semanas do início da alimentação viva o corpo começa a eliminar toxinas nocivas e, também, começa a fortalecer o sistema imunológico.

Com isso, mesmo pacientes que já iniciaram tratamento como a quimioterapia ou a radioterapia – que costumam ter fortes efeitos colaterais e debilitam o indivíduo – sentem-se mais fortes e bem dispostos.

 Um dos primeiros sintomas que a dieta curativa apresenta no corpo é o aumento da disposição e do poder de concentração do paciente.

Outro efeito que pode ser visto logo nas primeiras semanas é que o corpo começa a desinchar e com isso a pessoa pode notar uma significativa perda de peso. Dores musculares e de articulação também pouco a pouco são eliminadas.

Com um sistema imunológico mais forte o organismo começa a reagir e combater o tumor com mais eficácia e sem fazer com que o paciente sofra com fortes efeitos colaterais e sem a necessidade do uso de drogas pesadas por longos períodos.

Então, é indicado que a dieta curativa seja iniciada o quanto antes, afinal, sabemos que o câncer é uma doença rápida e que precisa ser tratada de maneira adequada logo em seus primeiros estágios ou logo que é descoberto.

2.2. Reais benefícios para o corpo

No livro “Saúde para Você”, de Ernst Günter, lançado pela primeira vez no início dos anos 1990 e reeditado e atualizado mais de 25 vezes, é possível encontrar 100 depoimentos de pessoas de diferentes nacionalidades, idades e com os mais diversos diagnósticos de câncer e outros problemas clínicos que, após adotarem a dieta curativa, apresentaram melhoras reais e conclusivas de saúde.

Algumas pessoas já desenganadas por médicos viram seus tumores desaparecerem, outras o câncer estagnou e casos onde a cirurgia para retirada de tumores já havia sido descartada, viram a possibilidade de eliminar de uma vez as células doentes. 

A dieta saudável não cura exclusivamente o câncer ou X e Y doença, ela cura, desintoxica e restaura o nosso organismo como um todo. Para que seu efeito seja real e conclusivo é preciso dedicação, empenho e uma reeducação de hábitos alimentares.

 Fortalecendo o sistema imunológico e o sistema cardiovascular, restaurando a flora intestinal, devolvendo disposição física e mental ao paciente, fica mais fácil e eficaz alcançar a cura do câncer.

Uma pesquisa realizada pelo meu amigo, psiquiatra e médico americano Dr. Gabriel Cousens  – um dos maiores nomes e defensores da alimentação viva – mostra que cerca de 92% de seus pacientes que se submeteram à dieta crudívora apresentaram melhora no funcionamento do sistema imunológico e 32% demonstraram melhora no fluxo sanguíneo, diminuindo o índice de doenças coronarianas.

 3. Acompanhamento médico e nutricional

 Para quem deseja iniciar a dieta viva e mudar de uma vez por todas seu estilo de vida, é indicado, sempre que procure por orientação profissional.

Isso porque apenas um profissional qualificado e que conheça bem os efeitos da dieta crua e viva poderá indicar um cardápio personalizado no começo até que você tenha segurança e consiga identificar quais alimentos melhor se adaptam ao seu gosto e ao seu dia a dia.

 Quando mudamos por completo nossa alimentação é necessário conhecer bem o que cada alimento tem a nos oferecer, quais as quantidades de açúcar, vitamina, fibras e proteínas cada fruta, verduras, legumes e oleaginosas carregam consigo.

 Cada um de nós possui um metabolismo único e cada metabolismo carece de uma quantidade equilibrada de nutrientes que, quando ingeridos, são absorvidos de maneira específica pelo nosso organismo. Por isso, muitas vezes duas pessoas reagem de maneira diferentes a um mesmo fruto.

3.1. Processo de desintoxicação: efeitos colaterais

Sabemos que não há bônus sem ônus, ou seja, para alcançar os benefícios da dieta curativa é necessário passar pelo processo de desintoxicação que, para a maioria das pessoas, pode ser desagradável. Porém, lembre-se que é necessário tempo e paciência para que seu corpo se adapte a essa novidade.

Assim como acontece com dependentes químicos quando param de consumir drogas, o poder dos alimentos regados a açúcar, sódio, amido e gordura nocivas é imenso sobre o nosso corpo, principalmente sobre o nosso sistema nervoso.

Por isso, não desista nos primeiros dias! As primeiras 48h são cruciais para que a desintoxicação aconteça, nesse período é indicado o consumo de muita água e sucos feitos com frutas e hortaliças.

Jejuar pode ajudar a controlar a ansiedade e a irritabilidade que surgem nos primeiros dias.

O processo de adaptação varia entre 5 e 7 dias de pessoa para pessoa.  

Dentre os principais sintomas estão:

  •         Dores de cabeça – nas primeiras 48h;
  •         Irritabilidade;
  •         Desejo por comida;
  •         Insônia ou moleza e vontade de dormir em excesso ;
  •         Náusea;
  •         Coriza;

 Em pessoas saudáveis os sintomas costumam ser mais tranquilos, isso porque estas pessoas estão com seu nível de energia alto e sem quaisquer drogas no organismo.

No caso de pessoas mais intoxicadas ou em tratamento contra o câncer os sintomas podem não ser tão perceptíveis ou, mesmo, podem ser confundidos com os efeitos colaterais dos tratamentos convencionais.

Como vimos, a cura do câncer pode sim ser alcançada através de uma alimentação saudável, aquilo que consumimos serve como combustível para que o nosso organismo possa lutar e reagir contra a doença.

O primordial, porém, é sempre a prevenção. Começar hoje, agora, uma alimentação mais consciente e saudável para prevenir não apenas o câncer, mas uma série de doenças que estão diretamente ligadas ao consumo excessivo de alimentos pobres em nutrientes e com ingredientes artificiais nocivos à saúde.

Ao longo desses 15 anos de trabalho pude acompanhar e orientar de perto diversas pessoas não apenas a suportarem os primeiros dias de dieta — que são os mais difíceis — mas a alcançarem a cura do câncer.

Ter um guia que indique o melhor caminho a seguir ou como adaptar a dieta às necessidades reais e pontuais do seu organismo é fundamental.

E, você, conhece alguma história de sucesso envolvendo a dieta curativa na cura do câncer?

Deixe seu depoimento nos comentários!

 

Abração de AMOR e ALEGRIA!

3 Comentários

  1. Iracema Chaves

    Olá Elias,
    Sou grata pelas informações que vc tao amorosamente nos oferece.
    Em 2012 fui diagnosticada com LLC, depois do panico da noticia iniciei uma serie de pesquisas sobre alimentação.
    Li varios autores e por mim mesma mudei minha dieta. Ainda tenho o diagnostico, porem me sinto muito melhor fisicamente, mesmo aos 67 anos.
    Vc tem algum livro que possa me orientar mais e me ajudar a curar definitivamente esta LLC, sem que eu precise do tratamento convencional. Caso tenha fico muito grata de poder adquiri-lo.
    Me ajuda…
    Felicidades
    Iracema Chaves

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *